INCC – O Monstro da Construção Civil?

Mensalmente recebo o boleto de pagamento da construtora referente ao imóvel da planta, pois enquanto eu não pego as chaves, o meu relacionamento é direto com a construtora. Ao receber os boletos, percebi que ele tinha o seu valor alterado todo mês. Com isso, fui correr atrás para saber um pouco mais sobre o que afetava essas alterações e se realmente é justo as construtoras cobrarem.

Pra início de conversa, é preciso saber o que é o INCC e no que ele afeta na compra do apartamento na planta.

Índice Nacional de Custo da Construção. Esse índice foi estabelecido pelo Governo para que os custos da construção acompanhe a inflação e engloba tanto a mão-de-obra quanto a variação no preço dos materiais. Ele foi criado após diversas quebras  financeiras das construtoras e promessas não cumpridas sobre as entregas do apartamento. Tendo isso em vista, o Governo passou a ser mais rígido e aplicar algumas penalidades nas construtoras e suas promessas e ao mesmo tempo estabeleceu o INCC, que serviu para assegurar as construtoras quanto à inflação. Resumindo: o INCC garante o poder de compra do seu dinheiro nas mãos das construtoras com o decorrer dos anos.

É preciso saber, também, que o INCC não afeta só o valor mensal das parcelas. Ele afeta as intermediárias, balões, entrega das chaves e o restante a ser financiado. :O

Tudo estaria OK se a renda da família conseguisse acompanhar proporcionalmente esse índice, mas infelizmente isso não acontece, até porque, tem períodos que ele sobe muito. É possível ver alguns casos em que a dívida atualizada pelo INCC conseguiu superar o valor atual do imóvel.

Por isso, quando formos fazer o planejamento financeiro acerca da compra do imóvel, é preciso levar em consideração esse índice. O problema é que muitas das vezes, quando vamos fechar o negócio, não temos conhecimento sobre o assunto e o vendedor dificilmente vai maximizar o riscos falando sobre ele.

Pra quem quiser saber como calcular o a prestação após a correção do INCC, segue o cálculo: Continuar lendo

Anúncios

DIY – Livro Caixa

Como muitos já sabem, eu estou fazendo o desafio das 52 semanas de 12 meses, mas além disso, a gente tem juntado tudo quanto é dinheiro que sobra tá tenso para ajudar nas dívidas do apartamento.

Quando eu falo que é tudo quanto é dinheiro, é tudo meeeeeeeesmo! Qualquer moedinha que nos sobra a gente junta. Isso é uma boa opção, porque depois a gente pega essas moedas e paga o pedágio por exemplo, pois é muito melhor juntar essas moedinhas e pagar alguma coisa do que ter que trocar um dinheiro inteiro, porque eu não sei com vocês, mas com a gente dinheiro trocado vai que nem água, por isso a gente tenta ao máximo não trocar o dinheiro.

Tendo isso como premissa, percebi que a gente precisava de um lugar melhorzinho pra guardar esse dinheiro enquanto essas moedinhas não alcançam um valor relevante. Foi assim que vi um DIY em um outro blog desse livro caixa e achei que se encaixava perfeitamente no que eu estava imaginando como um lugar adequado pra guardar.

Antes de mais nada, peço desculpas pela qualidade da imagem, tirei essas fotos no chão do quarto do meu namorado, com uma luz não muito favorável, mas dá pra ver mais ou menos. Continuar lendo

Investir com Pouco Dinheiro

No início de junho publiquei aqui no blog sobre o Desafio das 52 semanas que eu e meu namorado estávamos fazendo para nos ajudar a juntar dinheiro por conta do apartamento, mas preciso compartilhar um grande defeito nosso: a falta de disciplina para cumprir alguma coisa, principalmente quando o assunto é dinheiro 😦 Adivinhem o que aconteceu? Passou uma semana e esquecemos de colocar a quantia, a segunda semana também passou e mais uma vez esquecemos e o pior, a terceira semana também passou e esquecemos de novo. 😦 A gente só lembra quando não tem dinheiro. Levando isso em consideração, pensei numa coisa. Já que a gente tem tanta dificuldade em nos policiar e guardar o dinheiro toda semana na caixinha, por que a gente não estabelece um valor mensal e gradativo para poupar? 😀

Pois bem, foi com isso que montei uma tabelinha com, a principio, 12 meses. Porque além da gente não ter o “estresse” de toda a semana ter que colocar o dinheiro, a gente ainda vai ter o mês inteiro para pôr. No entanto, para não ficar meio jogado, estipulei que colocaremos todo início do mês, quando recebermos nosso salário.

Tabela Desafio 12 meses

Muita gente deve estar pensando que trocamos seis por meia dúzia, mas a forma como é feito agora, faz toda a diferença, pelo menos para nós. Com isso, temos uma vantagem, não tão vantajosa  vamos começar do zero! 😀 Nada mais justo.

Todo esse texto só pra falar que estava pensando em uma maneira da gente aplicar  esse dinheiro até o dia que fosse preciso usar. Daí eu comecei a pesquisar quais tipos de aplicação poderíamos fazer e infelizmente, com a nossa quantia e o nosso tempo de aplicação que será curto, não teríamos tantas opções. Continuar lendo

SOLD – Leilão Online

Eu, na minha saga de tentar comprar mais, por menos, achei um site que faz leilões onlines e inclusive as construtoras desses empreendimentos imobiliários, que por muitas vezes decoram o apartamento para visitação, leiloam nesse site, o SOLD. 😀 O bom é que as construtoras costumam usar móveis de ótima qualidade, muitos até planejados. Então essa é uma chance de conseguir comprar esses móveis com preços acessíveis. Eles fazem o leilão de TUDO, desde a pia do banheiro até o PS4 que fazia parte da decoração do quarto das crianças. :O

Nunca comprei nada através de leilão, mas ao pesquisar, vi que essa SOLD é referência nesse quesito de venda de ativos e tá desde 1984 no mercado. Mas fiquei triste com uma coisa 😦 não tem nenhum leilão ativo de apartamento decorado para o meu Estado.

Vou explicar mais ou menos como funciona: Antes de mais nada, aconselho a fazer o cadastro no site para receber os leilões em sua cidade.  Outro ponto que é importantíssimo saber é que a remoção e o transporte são de responsabilidade do arrematante, ou seja, quem compra o ativo vai ter que arcar com todos os custos, por isso, não é vantagem comprar algum item de outro Estado. Ainda tem mais um porém, todo leilão tem um edital e nesse edital já fica prevista a data de retirada, se por ventura você não conseguir retirar o bem, você vai ter que marcar outro dia e pagar uma multa por estadia conforme estará no edital.

Se você se interessar por algum lote, é possível fazer uma visitação. Em alguns casos é preciso marcar antes. Um último detalhe, se você der um lance no mesmo valor que um outro usuário, prevalecerá que registrou o lance primeiro.

Tirado algumas duvidas, deixo algumas dicas pra quem pensar em comprar em leilões: Continuar lendo

Financiamento ou Consórcio: O que escolher?

Junto com a decisão de comprar uma casa nova, vem um monte de dúvida sobre qual é a melhor opção. A melhor opção é comprar à vista, é claro, pois você pode conseguir descontos interessantes. Mas a verdade é, não é todo mundo que possui esse valor disponível a qualquer momento.

Sendo assim, é preciso pensar bastante antes de optar pelo melhor método. Hoje trouxe duas formas para comprar um imóvel: Financiamento e consórcio, e vou falar a diferença entre eles para que possam escolher a melhor maneira de começar essa nova etapa.

Vou começar pelo consórcio, que é o mais simples. Ocorre da mesma forma que um consórcio de veiculo. Uma administradora, a partir do número de interessados em comprar um imóvel de um determinado valor, monta os grupos e distribui as cotas. Sendo assim, cada consorciado paga um valor mensal referente à essas cotas. No decorrer do consórcio, o cliente pode ser contemplado com a carta de crédito do imóvel todo mês, por meio de sorteio ou lance. O consórcio é como se fosse uma poupança forçada. Se você é um tipo de pessoa que não tem muita disciplina pra guardar/investir seu dinheiro, essa é uma boa saída, já que você tem que pagar aquela taxa mensal e não tem a liquidez de uma aplicação financeira. O bom de optar pelo consórcio é que não tem taxa de juros, tem uma taxa que paga pela administração; o valor da carta de crédito acompanha o reajuste das parcelas (INCC), mantendo, assim, o seu poder de compra; Ao ser contemplado, você pode usar essa carta de crédito para comprar qualquer imóvel, novo ou usado, em território nacional.

Maaaaaas, o consórcio também possui muuitas desvantagens, tais como: é preciso ter paciência, se você tiver dinheiro pra dar o lance (que pode variar de consórcio pra consórcio), vai ter que contar com a sua sorte para ser contemplado no sorteio, que pode ser no primeiro mês ou só no fim do consórcio. Como eu falei acima, o consórcio é mantido pelas parcelas mensais pagas pelos consorciados. Você deve estar se perguntando, e se algumas pessoas não conseguirem pagar as parcelas no decorrer do período? Sim, isso pode acontecer e acontece. Os consórcios possuem um fundo de reserva para cobrir as possíveis inadimplências. No entanto, esse fundo atende à um percentual de inadimplentes, se o número de inadimplentes ultrapassar o da reserva, provavelmente terá uma Assembleia com os consorciados para definir o que será feito. E na pior das hipóteses, o consórcio pode falir. Continuar lendo

Decoração Econômica – Reaproveitando Caixotes

Enquanto espero a obra terminar, fico pensando no tipo de decoração que quero para o apartamento. No entanto, tenho que ter os pés no chão, sei que não vou poder  fazer uma decoração top nesse início, por motivos óbvios: DINHEIRO 😦

Por isso, estou buscando um tipo de decoração mais alternativa, algo que se encaixe no nosso orçamento, mas que não deixe de ter uma certa beleza.

Vi uma opção no site da Loja Tadah, que não conhecia, até ver no blog Morando Junto, que pode ser muito útil nesse início… são caixotes que complementam a decoração. Dá pra usar de várias maneiras. Mas ainda assim, precisava de algo mais em conta… daí eu pensei, e se eu for na feira aqui perto de casa e pedir um caixote e começar a trabalhar em cima dele? Como não sou uma pessoa entendida nesse assunto DYI, comecei a procurar na nossa amada internet.

Pois bem, encontrei um site chamado Bimbon que dá algumas dicas muito além dos caixotes, eles usam pallets e carretéis. Eles estão com uma galeria de fotos ótima e inspiradora. Além deste site, encontrei outro, pelo qual fiquei mais apaixonada ainda. É o Construindo Minha Casa Clean. Digo que fiquei mais apaixonada, porque eles postaram a foto de uma sala cuja estante é toda feita de caixotes de plástico, além de postar um painel da sala de pallets.

Por fim, uma das dicas que eu também gostei e muito provavelmente vai ser um dos meus primeiros testes, pra usar ainda na casa da minha mãe, são os caixotes como nichos. Sempre achei essa ideia de nichos maravilhosas. Deixo algumas fotos das quais pretendo me inspirar. Assim que tiver uma pronta, tiro uma foto pra registrar aqui no blog: Continuar lendo

Dicas sobre Bonito – MS

Sei que esse não é o tema central do Blog, mas como compartilhar conhecimento é sempre uma ótima ideia, decidi falar um pouco sobre a viagem que fiz a Bonito na semana passada. 😀

Sempre morri de vontade de visitar esse paraíso na terra, mas sempre achei que sairia muito caro e, de fato, saiu. Não é um lugar que dá pra decidir de uma hora pra outra que vai viajar, no entanto, posso dizer que enxuguei bastante os gastos.

– Em primeiro lugar, vamos falar sobre a estadia:

De longe, foi o mais barato. O Yu e eu ficamos por 6 dias lá e pagamos R$ 480,00 no total. Tudo bem que a gente não escolheu nenhum hotel de luxo, muito pelo contrário, ficamos em um Hostel que eu super recomendo. Ele tem o básico, ficamos em um quarto de casal com ventilador (eles até possuem ar condicionado, mas como eu fui no “inverno” sabia que não iria precisar). Ah, não tem tv e nem frigobar e posso falar a verdade? Adorei não ter tv, pois como a gente levou um notebook, todas as noites a gente ficou vendo filme juntinho. Não tem frigobar, mas o Hostel possui uma geladeira compartilhada e que se você precisar, pode guardar. Além disso, possui uma piscina, tv em uma área comum e um café da manhã simples, mas muito gostoso, principalmente o doce de leite. E o mais legal de tudo é que o hostel possui uma agência de viagem, ou seja, facilita e muito a marcação do passeio. Quem quiser conhecer mais sobre esse Hostel, é só clicar aqui. Obs.: É possível fazer uma carteirinha do albergue da juventude e ganhar desconto na diária e em alguns passeios, não só aqui no Brasil, mas no exterior.

– Restaurantes:

Infelizmente eu não conheci muitos restaurantes, ou por chegar super cansada dos passeios e dormi das 18h30 até às 7h do outro dia, ou por estar chovendo muito e acabar comendo no albergue, ou por qualquer outro motivo, mas não posso deixar de destacar a Pizzaria San Marino. Uma das melhores pizzas que já comi na minha vida, sem exageros. Tanto que em uma das minhas visitas, o Yuri e eu comemos 2 pizzas grandes. :O sim, somos um casal comilão. Além, de ter funcionários super atenciosos, pizza pronta em 25 min e tocar Engenheiros do Hawaii. Sendo assim, quando tiverem a oportunidade de viajar para Bonito não deixem de visitar esse ótimo restaurante. O preço é o praticado no mercado, acho que pagamos R$ 37,00 na pizza grande. Continuar lendo